segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Deste lado do Atlântico, a América Latina...

.
Li, há dias, que o actual Nobel da Economia ao passar, há mais de 30 anos, pelo nosso país, levou de cá a sensação de que estava na América Latina.

Desconfio que se o senhor por cá passasse novamente, 30 anos depois, tornaria a levar a mesma sensação. É que entre nós e a Argentina (sem desprimor para aquele país), só mesmo o Euro marca a diferença.

Que Deus, ou Alá, ou Buda, ou seja lá o que for, nos salve que nós já não somos capazes.

Luís Isidro Guarita

2 comentários:

Anónimo disse...

Rcista e preconceituoso!
Gostaria de saber o que seria deste país de emigrantes sem os actuais imigrantes?

Luís Isidro Guarita disse...

Sobre o notável comentário com que tive a fortuna de ser brindado, duas notas.

A primeira é para assinalar a diferença. Goste-se ou não das opiniões dos autores deste blog, elas são dadas a coberto de uma assinatura, com frontalidade e rigor intelectual. O "anónimo" que me brinda com estes epítetos é isso mesmo, um anónimo que nem coragem tem para assinar o que escreve.

A natureza da opinião emitida deixa-me particularmente circunspecto já que não entendo em que medida o meu post, que comenta a realidade actual do nosso pequeno Portugal, poderia gerar uma tal resposta. Resta-me ser benevolente e acreditar que o autor deste comentário se terá, num momento de particular distracção, enganado no destinatário dos seus vitupérios virtuais.

No entanto e apesar do tom usado e do desacerto no alvo, seja bem vindo ao debate.